terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Invasão de celulares e chat via Bluetooth

Tudo bem galera?
Estamos no fim de ano, muitas festas, presentes e... Shoppings lotados! É justamente disso que venho falar.
'Mas qual é a relação de shoppings lotados e invasão de celulares?', é o que eu me perguntaria ainda ontem. No entanto um fato mudou tudo; acompanhem.

Eu estava passeando no shopping, quando meu celular vibrou, mas não estava tocando, informava o seguinte: "Deseja se conectar com nova mensagem?". Oras... Me conectar com nova mensagem? Logo notei que havia algo de errado, e na verdade se tratava de um link Bluetooth.
Dei uma olhada a minha volta, mas não consegui localizar o autor, então apenas retribui o Bluejacking dizendo: "Deseja se conectar com o capeta?". :o)

Bom, agora vou explicar o que aconteceu.
Creio que todos conheçam o famoso Bluetooth, sendo assim sabemos que é possível 'scannear' o local a procura de dispositivos com conexão Bluetooth aberta (que estejam em até 10 metros de distância do seu aparelho). O caso é que mesmo que se encontre um aparelho, para haver uma conexão entre ambos é necessário que o aparelho alheio aceite o link.
Este fato, pois, sempre foi um problema, porém quando associamos a técnica ao Bluejacking... Arrê! Podemos enganar o usuário - se o 'usuário' não for eu, é claro!

O QUE É BLUEJACKING?

Resumidamente, Bluejacking é o nome dado a técnica de conversar via Bluetooth. Como? Simples... Sabe aquele lugar onde você difine o nome do seu Bluetooth? Ele permiti, geralmente, que se defina um nome de até 160 caracteres. Se ao invés de colocar o seu nome você colocasse algo do tipo "olá, tudo bem?"? Isso seria uma conversa se a pessoa mudasse o nome do Bluetooth dela para "Comigo tudo certo, e com você?".
E assim seria possível estabelecer uma conversa, via solicitações Bluetooth.

Quando eu digo que usamos o Bluejacking para conseguir permissão de conexão sem que a pessoa se de conta, digo exatamente que temos de mudar o nome do nosso Bluetooth para algo convincente, como: "nova mensagem", a vítima iria visualizar exatamente aquilo que visualizei no meu celular: "Deseja se conectar com nova mensagem?", e assim, inocentemente, aceitaria nossa conexão.

O ato varia conforme o autor. É possível fazer somente uma brincadeira, enviando alguma foto engraçada, pornográfica ou assustadora (é legal enviar uma foto da própria pessoa). Em um caso mais sério, pode-se usar alguns desses Bluetooth's Hackers que se encontram disponíveis na Internet.
Isso também pode ser feito via notebook ou computador de mão, no caso do notebook seria necessário um adaptador Bluetooth.

É uma matéria bem pequena, mais deu pra entender a técnica. Aproveitem e boa diversão! ;-)

Até a próxima matéria.
Forte abraço. A vida segue.

3 Pessoas comentaram:

Muito vago , e tambêm muito sem graça , mas valeu a intenção

Postar um comentário

Não deixe de comentar. O seu comentário é o meu pagamento.

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites